quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Lágrima negra

Afasto como areia incandescente
nos nós que dão forma a beleza
só os olhos inertes permitem
o cio da visão sob o ego
optando pela direita
arrastado pela esquerda
mofo ideológico na tv
jornais com sangue jovem
nas propagandas os que já nascem violentados
desespero
na ponta da flor

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

A ausência de cinza sob o sol

Eu não poderia mentir enquanto
sol

perturbação no meio das pernas

O que acha ser amor no coração
é um órgão bombeando sangue

Tripas, muco e sêmen

Ah, deus que não me ouviu por muito tempo

Fiz barulho